Fale Conosco:
Telefone: (34) 3221-0142 / WhatsApp: (34) 9 8877-4341

Como enviar dinheiro para o exterior com segurança

JDA Cambio & Importação > News > Blog > Como enviar dinheiro para o exterior com segurança
  • Posted by: Raphael Machado

Muitas pessoas, apesar de precisarem, desconhecem as ferramentas que podem facilitar e ajudam nas tarefas diárias do dia a dia. Principalmente, funções menos práticas, como enviar dinheiro para o exterior.

Mas apesar de pouco usual na vida de muitos, enviar dinheiro para o exterior pode fazer parte da rotina em determinado período. Assim, saiba como enfrentar esse processo com eficiência e facilidade, sem correr riscos de perda.

Enviar dinheiro para o exterior é possível?

Mandar dinheiro do Brasil para o exterior é uma das dúvidas mais comuns entre brasileiros que mexem com finanças e veem-se obrigados, alguma vez na vida, a fazê-lo.

Pois saiba que é possível executar essa ação de maneira comum, economizando em taxas e gerando maior movimentação de recursos.

Muitos brasileiros, anualmente, optam por morar em outros países, porém deixam vínculos familiares e financeiros que se mantêm por anos, até sua volta ou dissolução.

Sendo assim, é importante conhecer as melhores formas de enviar e receber dinheiro do exterior. Segundo o Banco Central, é possível concretizar transações com essa finalidade através da  corretora de câmbio JDA.

Uma vez conhecendo essas ferramentas, enviar dinheiro para o exterior será algo prático e corriqueiro que não agregará muito tempo.

Maneiras atuais mais conhecidas e eficazes

Antes de efetuar o processo, é importante conhecer algumas das regras e itens que serão praxe para quem manda e recebe dinheiro do exterior.

Se o limite for menor a US$ 3 mil, por exemplo, de acordo com o Banco Central, não há necessidade de formalização da operação. Valor maior que este deverá apresentar um contrato de câmbio, definido com os documentos da instituição escolhida.

Em caso de compra de moeda estrangeira, será permitido o total de US$ 10 mil em espécie, no máximo. Mais que isso, deverá ser recebido por débito em conta no nome do comprador, transferência bancária ou emissão de cheque.

Geralmente, são pedidos os seguintes documentos:

  • Cédula de identidade; Para definir quem está enviando o valor. Dependendo da instituição e do valor enviado, poderão ser solicitados outros documentos como comprovante de residência e declaração de imposto de renda.
  • Informações do Recebedor; Dados como nome e endereço de quem receberá a quantia em outro país.
  • O Valor Enviado; Para fins de ajustá-lo as devidas taxas. (valor da transferência + IOF de 1,1% sobre a aquisição da moeda estrangeira em espécie).
  • Formulário da Instituição; Que deverá ser fornecido e preenchido de acordo com a instituição financeira.

Realizada a remessa, será entregue ao emissário um número ou código de referência que, às vezes, é pedido ao beneficiário em alguns países, quando for retirar o valor.

Desse jeito, o emissário poderá enviar dinheiro para o exterior através de ferramentas como:

Através da JDA Brasil ou agências que geralmente possui convênio com as agências de remessa de dinheiro Western Union e Money Gram. Sendo a primeira, referência na função há 160 anos.

Ex. Para enviar uma média de R$ 2.500, a WU cobra cerca de R$ 100 + IOF de 0,38%. Porém, essa taxa varia dependendo do valor e o país escolhido.

O grande benefício em usar agências de transferência como a JDA Brasil, é a facilidade, cuja não necessita nem de conta em banco.

Em corretoras de câmbio também é possível fazer depósito em conta no exterior via internet, telefone ou pessoalmente. Para isso, é preciso à documentação já citada acima, acrescida de outros itens correspondentes. Optando por boleto, cheque, depósito ou cartão pré-pago em vez de carregar o dinheiro em espécie para efetuar o pagamento.

Vale a pena esse processo de transferência?

Podemos concluir que não faltam opções para se enviar dinheiro ao exterior. O importante é definir a frequência e o valor do envio, para que seja escolhida a melhor e mais segura forma.

Dentre todas as possíveis, é recomendado ao emissário se atentar para as leis e tributações, a fim de não perder dinheiro com taxas e tributos que poderiam ser minimizados ou até evitados.

Respondendo a dúvida, é possível e vale a pena enviar dinheiro para o exterior. Contudo, estudar sobre o assunto e estar preparado para cada situação é mais que indicado, é fundamental nesse passa ou repassa. Só assim, haverá segurança nas transações.

Uma das formas mais práticas de fazer remessas para o exterior é utilizando o serviço JDA Brasil, onde praticamente todo o processo pode ser feito através da internet.

Author: Raphael Machado

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.